minsa.gov.ao
Ministério
17 Fevereiro de 2022 | 12h02

MINSA PROMOVE ENCONTRO SOBRE REGULAMENTO SANITÁRIO INTERNACIONAL

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, procedeu a abertura de encontro transfronteiriço no âmbito da implementação do Regulamento Sanitário Internacional, entre Angola e a República Democrática do Congo, nesta quarta-feira, 16 de Fevereiro, em Luanda.

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, procedeu a abertura de encontro transfronteiriço no âmbito da implementação do Regulamento Sanitário Internacional, entre Angola e a República Democrática do Congo, nesta quarta-feira, 16 de Fevereiro, em Luanda.

O Regulamento Sanitário Internacional (2005), constitui um dos principais documentos internacionais no âmbito da saúde pública, mantém estreita relação com organismos de cooperação bilateral ligados a Organização das Nações Unidas, Organização Mundial da Saúde, e a Organização Mundial do Comércio.

O secretário de Estado fez saber que o Regulamento consiste em previnir, proteger, controlar e prestar uma resposta de saúde pública perante a propagação internacional de doenças de forma compatível para limitar riscos de saúde pública, para evitar interferências desnecessárias em relação ao tráfego internacional.

A região africana, disse o secretário de Estado, é constantemente ameaçada com a presença de casos do vírus Ébola, Marburg e outros eventos importantes de Saúde pública.

Dada elevada relação de intercâmbio comercial, fluxos populacionais e migratórios contínuos de pessoas nas longas e extensas fronteiras sem um controlo efectivo, que constitui um motivo de bastante preocupação.

"Os surtos graves estão na base da elevada taxa de letalidade de até 90 por cento, criando a desorganização os serviços públicos", asseverou Franco Mufinda

Neste encontro que a delegação cumpre uma agenda de dois dias, espera-se discussões e consenso que permitam a contenção da propagação de qualquer doença que possa emergir para os dois países.

A delegação da República Democrática do Congo é representada pelo director nacional de vigilância epidemiológica e sanitária, Ngungi Dédé.

 




Voltar

Canais de Atendimento

Você pode realizar manifestações nos seguintes canais