minsa.gov.ao
Sociedade
22 Maio de 2024 | 09h05

MINSA: Angola poderá usar tecnologia de cirurgia robótica

Angola poderá contar, em pouco tempo, com a tecnologia de cirurgia robótica, a informação foi avançada pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, durante o Workshop sobre Cirurgia Cardíaca, ministrado pela equipa americana, nesta terça-feira, 21 de Maio, no Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, em Luanda.

Angola poderá contar, em pouco tempo, com a tecnologia de cirurgia robótica, a informação foi avançada pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, durante o Workshop sobre Cirurgia Cardíaca, ministrado pela equipa americana, nesta terça-feira, 21 de Maio, no Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, em Luanda.
A ministra disse tratar-se de uma aposta importante de tecnologia para o sector da Saúde, por este motivo decorre o processo com a empresa Americana AdvantHealth para concretização desta cirurgia no país. 

Nós queremos também fazer um investimento melhor na cirurgia minimamente evasiva, disse a ministra, que já têm cirurgia laparoscópica em que profissionais competentes nestas áreas têm estado a fazer. 

Na mesma ocasião, a ministra mostrou-se preocupada com o índice elevado de cancro da próstata. A governante alertou que se deve trabalhar na prevenção e na educação, pós quando surgem os sintomas o cancro já se encontra num nível elevado. 

Com a realização da cirurgia robótica, os pacientes de Urologia, Ginecologia, Cirurgia Geral, Tórax e Cirurgia Cardíaca irão beneficiar desta intervenção cirúrgica.

Durante a sua estada no país, a equipa americana visitou o Hospital Geral de Viana, Bengo, Cabinda e o Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento. 

A cirurgia robótica é uma cirurgia minimamente evasiva, em que o paciente pode regressar às suas actividades normais muito mais rápido. É menos dolorosa e o paciente pode recuperar muito mais rápido que a cirurgia convencional e tem menos perda de sangue. 


Voltar

Canais de Atendimento

Você pode realizar manifestações nos seguintes canais